Roteiro Centro Histórico de São Paulo: Largo de São Bento ao Largo São Francisco

16
2092
tro Histórico de São Paulo

Roteiro do Largo de São Bento ao Largo São Francisco

O centro histórico de São Paulo anda um pouco abandonado, é bem verdade, mas ainda assim existem verdadeiras joias que valem a pena ser visitadas. Pensando nisso preparamos um roteiro a pé para quem quer conhecer um pouco mais da história e da arquitetura da cidade.

Mosteiro de São Bento

O Mosteiro de São Bento de São Paulo começou em uma pequena capela fundada em 1598 e foi elevado à categoria de abadia em 1635. O conjunto foi sendo ampliado e remodelado ao longo dos anos até ser demolido em 1907. A construção atual foi feita entre os anos de 1910 e 1922, projetada no estilo eclético germânico pelo arquiteto Richard Bernd. O relógio externo e o órgão da basílica, ambos de fabricação alemã, estão entre os mais precisos de São Paulo.

Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo

O local é tão lindo que já vale a visita, mas há dois outros motivos legais para ir até lá. O primeiro é a missa com cantos gregorianos acompanhados do som do grande órgão, que acontece todos os dias em horários variados. A de domingo (às 10h) é bem concorrida, um espetáculo que lota a igreja, por isso é bom chegar cedo…

tro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo tro Histórico de São Paulo Mosteiro de São Bento no Centro Histórico de São Paulo tro Histórico de São Paulo

Outra grande atração é a padaria do mosteiro, com pães, bolos, doces, biscoitos e geleias feitas pelos próprios monges e cujas receitas são seculares. Os preços são meio “salgados”, mas são delícias artesanais, com ingredientes frescos e embalagens requintadas. Lá funciona também um teatro, no qual são realizados concertos musicais e eventos em geral, e um tradicional colégio.

Viaduto Santa Efigênia

Uma interessante estrutura metálica que tem uma das extremidades no Largo São Bento, pena que atualmente está em péssimo estado de conservação. O piso é revestido por mosaicos de pastilhas de cerâmica e há vários postes de iluminação ornamentais. Do outro lado fica a igreja de Nossa Senhora da Conceição de Santa Efigênia.

Viaduto Santa Ifigenia no Centro Histórico de São Paulo Viaduto Santa Ifigenia no Centro Histórico de São Paulo Viaduto Santa Ifigenia no Centro Histórico de São Paulo Viaduto Santa Ifigenia no Centro Histórico de São Paulo

Edifício Martinelli

Entre as ruas São Bento, Libero Badaró e Avenida São João, o prédio em estilo neoclássico e tons de rosa é considerado o primeiro arranha-céu da América Latina. Aberto à visitação.

Leia –  Descobrindo Sampa: o audacioso sonho do edifício Martinelli

Edifício Martinelli no Centro Histórico de São Paulo Edifício Martinelli no Centro Histórico de São Paulo Edifício Martinelli no Centro Histórico de São Paulo Edifício Martinelli no Centro Histórico de São Paulo

Edifício Altino Arantes

O famoso prédio do “Banespão” (pertenceu ao Banco do Estado) é muito semelhante ao Empire States de Nova York. É um ícone da cidade, verdadeiro cartão-postal. Do seu topo se tem uma vista incrível de toda a cidade, mas infelizmente as visitas estão suspensas por tempo indeterminado.

Edifício Altino Arantes no Centro Histórico de São Paulo Edifício Altino Arantes no Centro Histórico de São Paulo Edifício Altino Arantes no Centro Histórico de São Paulo

Centro Cultural Banco do Brasil

Linda construção nas esquinas das ruas Álvares Penteado e da Quitanda, que foi o primeiro prédio próprio da entidade financeira na capital e hoje abriga um espaço cultural que oferece exposições, filmes, teatro, palestras e uma série de outros eventos artísticos e culturais.

Veja também: Uma visita ao charmoso Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo

Centro Cultural Banco do Brasil no Centro Histórico de São Paulo Centro Cultural Banco do Brasil no Centro Histórico de São Paulo Centro Cultural Banco do Brasil no Centro Histórico de São Paulo Centro Cultural Banco do Brasil no Centro Histórico de São Paulo Centro Cultural Banco do Brasil no Centro Histórico de São Paulo

Praça Antônio Prado

Está meio decadente, mas ainda é charmosa, com suas engraxatarias, bancas de jornal, cafés, doceiras e prédios históricos como a Bolsa de Valores. É lá que está o último exemplar de um relógio Níchile, famoso por sua pontualidade e que virou até patrimônio histórico! No cruzamento da Rua São Bento com a Avenida São João.

Onde comer: Casa Mathilde Doçaria Portuguesa (dica do blog Passeiorama)

Praça Antonio Prado no Centro Histórico de São Paulo Praça Antonio Prado no Centro Histórico de São Paulo Praça Antonio Prado no Centro Histórico de São Paulo Praça Antonio Prado no Centro Histórico de São Paulo Praça Antonio Prado no Centro Histórico de São Paulo

Praça do Patriarca

É uma das mais antigas da cidade, cujo nome é uma homenagem a José Bonifácio de Andrada e Silva (Patriarca da Independência). Fica no encontro das ruas São Bento, Líbero Badaró, Direita e da Quitanda. Na região estão a Igreja de Santo Antônio e os históricos edifícios Barão de Iguape, Sampaio Moreira, Casa Fretin e Othon Palace Hotel.

Praça do Patriarca no Centro Histórico de São Paulo

Edifício Matarazzo

Construído entre 1937 e 1940 para sediar os escritórios do maior grupo industrial da época, o prédio em estilo fascista foi projetado pelo Escritório Técnico Ramos de Azevedo. Sofisticado, destaca-se pelo imenso jardim no terraço. Já pertenceu ao Banco do Estado e hoje é a sede da prefeitura da cidade. Está aberto à visitação, sob agendamento.

Edifício Matarazzo no Centro Histórico de São Paulo Edifício Matarazzo no Centro Histórico de São Paulo

Largo São Francisco

Em 1643 os frades franciscanos iniciaram a construção de uma igreja e de um convento na área hoje conhecida como Largo São Francisco. Na região estão duas igrejas dedicadas ao santo, que muita gente acha que é uma só, a famosa Faculdade de Direito, a Escola de Comércio Álvares Penteado e o histórico edifício Saldanha Marinho.

Largo São Francisco no Centro Histórico de São Paulo Largo São Francisco no Centro Histórico de São Paulo

Largo São Francisco no Centro Histórico de São Paulo Largo São Francisco no Centro Histórico de São Paulo Largo São Francisco no Centro Histórico de São Paulo Largo São Francisco no Centro Histórico de São Paulo

Tour de Bicicleta pelo Centro Velho

Para quem preferir conhecer o Centro Velho de São Paulo de bicicleta, nós já falamos aqui no blog sobre um tour gratuito de bicicleta que acontece aos finais de semana: Pedalando pela Rota Centro Velho do Bike Tour SP

Serviço:

Igreja e Mosteiro de São Bento

Largo de São Bento, s/nº (próximo ao metrô São Bento) – Tel.: (11) 3328-8799

Edifício Martinelli

Entre as ruas São Bento, Libero Badaró e Av. São João – Tel.: (11) 3104-2477

Centro Cultural Banco do Brasil

Rua Álvares Penteado, 112 – Tel.: (11) 3113-3651/3652

Edifício Matarazzo

Viaduto do Chá, 15 (próximo ao metrô Anhangabaú)

Visita agendada com antecedência pelo e-mail: visitaedificiomatarazzo@spturis.com

 

Como chegar:

O roteiro inicia no Largo São Bento, que fica em cima da estação São Bento do Metrô (linha 1 – Azul). O final do roteiro é no Largo São Francisco e a estação de metrô mais próxima é a Sé (linha 1 – Azul / Metrô linha 3 – Vermelha).

16 Comentários

  1. Eu posso estar sendo muito injusta, mas, eu nao consigo achar SP uma cidade bonita. Talvez me falte passear mais, conhecer mais a fundo, mas, SP nao me atrai sabia? 🙁 Até vejo um monumento, um predio ou outro bonito, mas bonito! Nada de UAU!!!! Mas, o que seria do branco se todos gostassem do negro nao é? Um super beijo, sempre ricas suas informacoes.

    • Entendo seu ponto de vista Mel, às vezes também acho difícil enxergar a beleza de Sampa… Tá muito descuidada. A gente tem que saber olhar… É que eu conheço o centrão desde pequena e sempre andei por lá… Vi altos e baixos e tenho muitas lembranças. Adoro a arquitetura e a história. Talvez por isso eu não “desisto” da cidade. Há muita riqueza atrás do lixão… Beijocas!

    • O mosteiro é muito lindo sim… Essa região tem muita história, cultura e uma arquitetura fantástica. Só temos que fazer vista grossa pro desmazelo e torcer por melhorias…Beijocas!

    • Quando estiver por aqui aproveite para conhecer alguns prédios por dentro. Alguns viraram espaços culturais, outros têm ótimos mirantes… Fico feliz que goste das fotos, agradeço o elogio! Adoro fazer cliques no centro… Só temos que tomar muito cuidado com a máquina… Em alguns lugares não arrisco levar equipamento bom, tem que ser no celular ou algo bem discreto. Ou passear em um grupo bem grande e com muita atenção. É… Nem tudo é perfeito!

    • Obrigada Clau! Eu sou apaixonada por história, então encaro minhas andanças aqui por Sampa com um olhar bem diferente… Tento esquecer do caos e filtrar as coisas boas!

  2. Lindíssimo post! Eu tenho que confessar que fiquei desolada com minha última ida ao centro, pela quantidade de moradores de rua (infelizmente isso piorou de uns tempos pra cá…). Mas esta região é pra ser vista com olhar histórico mesmo! Aliás… morro de vontade de assistir ao canto gregoriano no mosteiro! Um beijo!

    • É Liliane… Temos que abstrair muitas coisas para curtir o centro, mas ainda acho possível. Muita beleza por lá. E se tiver chance de assistir à missa, vá sim! Uma forma bem espirituosa de começar o dia, sem necessariamente seguir qualquer religião.

  3. Triste mesmo Guaciara. O abandono é a parte chata, mas não vamos perder as esperanças de um dia ver o centrão lindo. E a Casa Mathilde é mesmo um charme… Com cada gostosura!

Queremos saber o que você achou deste post! Deixe sua opinião, relato, dúvida ou bronca aqui!