10 coisas que as crianças aprendem viajando

37
2654
o que as crianças aprendem viajando

Eu e meu marido, desenvolvemos o gosto por viagens bem tarde na nossa vida. quando eramos só nós dois, não viajávamos quase nada, então pra nós é bem natural viajar com filhos. E uma coisa que me dá muito prazer é ver que minhas filhas já desenvolveram o amor pela viagem desde novinhas! Imagino quantas aventuras elas não viverão ao longo de suas vidas e o quanto não se tornarão pessoas mais capazes e preparadas graças às viagens.

o que as crianças aprendem viajando

Acredito que viajar em família vai muito além de momentos de entretenimento e descontração. Essas aventuras em família, conhecendo novas culturas e destinos enriquece tanto adultos como crianças.

Aqui vou listar 10 coisas que as crianças aprendem viajando:

o que as crianças aprendem viajando

Enxergar o mundo a nivel global

Viajando, as crianças aprendem que existe um vasto mundo além das fronteiras do seu “mundinho do dia a dia”. Minhas filhas começaram a se interessar mais por geografia, adoram explorar mapas e saber por onde estão andando, quais lugares já visitaram e até dar pitacos sobre novos lugares que gostariam de conhecer. Começaram a perceber as diferentes topografias, paisagens e ambientes. Na escola, fica muito mais fácil assimilar temas como urbanização, trânsito,  poluição, impacto ambiental, diferenças culturais e religiosas se a criança já viveu isso. Já esteve lá e presenciou em primeira mão.

o que as crianças aprendem viajando

A História não está somente no passado e sim ao nosso redor

Viajar traz a História que as crianças aprendem nos livros para a vida real. Sempre que viajo tento introduzir um pouco da história local pras minhas filhas, mostrar como a História daquele povo, naquela região moldou a cultura e os costumes. Viajar proporciona não só um vislumbre de traços do passado, mas também perceber o quanto uma cultura está se desenvolvendo e especular sobre o quanto ainda conquistará no futuro.

o que as crianças aprendem viajando

Lidar com imprevistos

Viajando a criança aprende que às vezes nem tudo sai como planejado e que na vida é necessário ter flexibilidade. Imprevistos podem acontecer em qualquer viagem e é preciso jogo de cintura pra lidar com o imprevisto e nele enxergar novas oportunidades. Quando algo dá errado sou bem sincera com minhas filhas. Já falo logo “-Olha, meninas, deu m… A gente tem duas escolhas: passamos o dia todo revirando a m… ou vamos fazer algo legal – alguém tem alguma idéia?”.  Alguns dos nossos momentos em família mais gostosos e que lembramos com carinho nasceram do improviso, por força da necessidade.

o que as crianças aprendem viajando

Saber rir quando as coisas não dão certo

Às vezes os imprevistos não podem ser contornados com mudanças de planos –  acontecem quando a gente já está tão mergulhado no turbilhão que a gente tem que seguir em frente. Sempre ensinei pras minhas filhas que nesses casos a ÚNICA opção que salva o dia é rir. Achar graça nas pequenas coisas – rir das circustâncias e de si mesmo. Qualquer perrengue, depois de algum tempo vira um bom “causo” de viagem e alguns até viram piada. E minhas filhas são mestres em achar o lado engraçado das furadas em que nos metemos vez ou outra. Criança tem um dom especial pra observar as coisas e as pessoas e minha filha mais velha tem um dom todo especial de imitar pessoas e seus trejeitos. Isso sempre nos faz rir. A mais nova ainda tem um pouco mais de dificuldade de lidar com imprevistos, mas até o mau humor dela já virou motivo de risos (ela fica nervosinha, mas depois acaba rindo junto).

o que as crianças aprendem viajando

Experimentar coisas novas

Se abrir para novas experiências, adaptar e expandir a sua zona de conforto. Toda criança se beneficia ao aprender a dominar essa habilidade. Minhas filhas estão a cada viagem mais aventureiras, mais dispostas a abraçar o mundo – seja provando novos sabores, aprendendo a patinar no gelo ou fazendo carinho num pinguim. A cada desafio, elas aprendem mais sobre os próprios limites, enfrentam seus medos e adquirem coragem e auto confiança.

o que as crianças aprendem viajando

O valor do companheirismo e cumplicidade

Saindo um pouco da rotina, as crianças enxergarem a importância da família, seja pelos bons momentos passados com quem viaja com elas, como pelas saudades que sentem de quem ficou “em casa”. No caso das minhas filhas, que têm idades próximas e interesses similares, o mais bacana é ver o quanto elas reforçam os laços de cumplicidade e companheirismo entre elas a cada viagem. Percebo que a cada viagem, elas aprendem não só com as experiências vividas, como também aprendem a conhecer uma à outra – respeitando as diferenças e abraçando as similaridades.

o que as crianças aprendem viajando

O dom da paciência

Paciência não é uma virtude, e sim um dom que a pessoa desenvolve ao longo da sua vida. Minhas filhas aprenderam desde cedo que existem filas no parques, espera em aeroporto, espetáculo que demora pra começar e papai e mamãe que esquecem da hora quando se jogam nas compras – nesses casos paciência é uma necessidade e as crianças que conseguem dominar sua ansiedade se tornarão adultos mais centrados e competentes.

o que as crianças aprendem viajando

Educação financeira

Meu marido e eu somos consumistas – isso é fato! E apesar de ao longo dos anos termos aprendido a viver dentro do nosso orçamento, já passamos mutos apertos no passado, por não sabermos lidar com as finanças. As crianças aprendem por exemplos, muitos comportamentos são herdados dos pais- e as vezes até repetem erros desses. Queríamos algo diferente pras nossas filhas – ensinar pra elas o valor do trabalho e que só através dele é que vem as recompensa financeira. Responsabilidade financeira. A importância de se dar valor ao que se possui, não desperdiçando, saber usar o dinheiro com inteligência, programar os gastos, maximizar o poder de compra, poupar para o futuro, não se endividar. Elas já sabem que antes de cada viagem que vá acarretar compras de brinquedinhos novos, elas precisam primeiro abrir espaço no quarto, doando alguns dos brinquedos mais esquecidinhos (já aprendem assim a compartilhar). Todos os brinquedos e bobeirinhas são comprados com o que elas conseguem economizar das  “semanadas” entre uma viagem e outra – não pagamos nada. Nos últimos dois anos, todos os brinquedos que entraram aqui em casa foram comprados com dinheirinho DELAS.

o que as crianças aprendem viajando

Aprender novos idiomas

Nada desenvolve mais o aprendizado de novos idiomas do que a imersão dentro dum ambiente onde esse idioma é falado. No colégio, minhas filhas aprendem inglês e espanhol e percebo que tanto pelo fato de eu e meu marido sermos fluentes nesses idiomas, como pelas viagens a países onde esses idiomas são falados, elas adquiriram um amor muito especial pelo aprendizado dessas línguas. elas não estudam apenas pelas notas, mas pelo amor ao saber.

o que as crianças aprendem viajando

Respeito e tolerância

Viajar ensina às crianças respeito no sentido mais amplo da palavra – saber respeitar diferentes culturas, costumes e formas de pensar, respeitar regras e horários, respeitar os companheiros de viagem e o tempo de cada um e respeitar o próprio corpo – administrando cansaço, sede, sono e fome. Quando minhas filhas passaram a enxergar que o mundo não gira em torno delas, que as outras pessoas tem suas necessidades e responsabilidades, que existem regras de convivência e de civilidade, que a vontade individual não pode se sobrepor aos bem estar da maioria do grupo, elas passaram a entender o sentido do respeito. E ao perceberem que as pessoas são diferentes na maneira de pensar e nas suas crenças e que essas diferenças merecem respeito, elas aprenderam também a exercer a tolerância.

o que as crianças aprendem viajando

Esse post faz parte da Blogagem Coletiva Viajando e Aprendendo, que foi organizada por um grupo no Facebook que reúne blogueiros de viagens em família.

Pra quem não sabe Blogagem Coletiva é uma iniciativa onde diversos blogueiros postam suas visões sobre um mesmo tema.

Já participamos anteriormente de blogagens coletivas sobre:

Só vai ter fera participando, então confira todos os posts dessa Blogagem nos demais blogs participantes:

Viagens que Sonhamos | Felipe, o pequeno viajante | Malas e malinhas | As Passeadeiras

Do RS para o Mundo | Viagem Simplesmente | TripBaby | Ases a Bordo

Malas e Panelas | Vem Pro Parque | No Mundo com a Gente | Trilhas e Cantos

Gosto e Pronto | Valentina na estrada | Retrip Viagens e Experiências | Para a Disney e além

Wanna Disney Pelo MundoCom Filhos por aí! | Cuore Curioso | Andreza Dica e Indica Disney

Viajo com Filhos (post da Fernanda) | Por aí com os Pires | Vida de Viajete | Cantinho de Ná

Viajo com Filhos (post da Patricia) | Carregando Malinhas | De Primeira Viagem | Roteiro Renatours

Ferinhas Viajantes | Os Caminhantes | Dicas da Rege | Viajando em Família

Pequenos pelo mundo | Passeiorama | O Rei do Hotel | Vou Viajar

37 Comentários

  1. Oi Simone,
    Estou lendo as postagens devagarzinho, acabei de publicar o meu, mas é interessante como os aprendizados e experiências que temos com os filhos são bem semelhantes nas famílias viajantes.
    O respeito à diversidade, a paciência, a curiosidade por história, cultura parece ser comuns a todos nós.
    Beijos,
    Marcia

    • Verdade! Muitos relatos dos mesmos valores e capacidades sendo aprendidos por nossos filhos, o que só comprova o real valor de uma viagem!
      Obrigada pela visita ao blog! Beijos!

    • Exatamente Andrea. fica mais fácil “sobreviver” a qualquer perrengue se soubermos manter as coisas em proporção e o bom humor. E sempre as nossas melhores histórias de viagem nascem de algum perrengue ou mico.
      Obrigada pela visita ao blog! Beijos!

  2. Viagem sem imprevisto é luxo hahahaha
    Uma pitada de bom humor sempre faz tudo ficar mais fácil… a cabeça clareia, os pensamentos entram no lugar e tudo se resolve. sou da política de levar a vida leve…
    Obrigada pela visita ao blog! Beijos!

  3. Essa também é minha esperança, Aline! Que minhas filhas possam criar os filhos delas num mundo mais fraterno, solidário, ético e pacífico!
    Obrigada pela visita ao blog! Beijos!

    • Pois é Su, eu acredito que as pedrinhas no caminho a gente chuta pra longe e deixa pra lá! Alegria sempre!
      Obrigada pela visita ao blog! Beijos!

  4. Simone, temos muito em comum em relação a nossa visão de viagens com crianças e, com certeza, deixaremos um legado inesquecível através da cultura, conhecimento e memórias que criamos em família. Parabéns pelo post!

    Beijo,

    Claudia
    @AsPasseadeiras

  5. Verdade! Os perrengues são inevitáveis, mas a atitude com a qual a gente encara aquele momento pode fazer toda a diferença. Obrigada pela visita ao blog! Bjs!

  6. Adorei a lista!!! Meus filhos tem dois anos de diferença e apesar de ainda serem pequenos (1 e 3 anos) já vejo um companheirismo entre eles!! Nas viagens é uma folia!! Sair correndo pelos parques, explorar o quarto do Hotel!! rsrs

  7. Oi Simone, estou lendo aos poucos os post e esta sendo muito bacana. Conhecer cada família em suas viagens, os aprendizados, os perrengues…
    Nosso filho sempre viajou com a gente desde bebe, hoje ele tem 17 anos e continua viajando conosco. Quando eu estava lendo o seu post, pude identificar muitas semelhanças com o que sempre gostamos de proporcionar ao nosso filho. O respeito pelo próximo, o idioma, vivenciar a história lida nos livros…adorei o seu relato! Bjs

Queremos saber o que você achou deste post! Deixe sua opinião, relato, dúvida ou bronca aqui!