Uma visita ao charmoso Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo

25
2982

Um lindo prédio nas esquinas das ruas Álvares Penteado e da Quitanda abriga um verdadeiro tesouro da cidade que muita gente desconhece. Construído em 1901 no coração histórico da cidade, o edifício foi comprado em 1923 pelo Banco do Brasil e foi reestruturado para se tornar o primeiro prédio próprio da entidade financeira na capital.

bb (2)

Funcionou como agência bancária até 1996. Após um tempo fechado, foi restaurado e reaberto para abrigar o Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo, um espaço que oferece exposições, filmes, teatro, palestras e uma série de outros eventos artísticos e culturais, em um charmoso exemplar da arquitetura do início do século XX.

bb (1)

Só o prédio já vale uma visita. Eclético, mistura o estilo neoclássico com o art noveau, refletindo o desenvolvimento social da cidade. Uma pequena aula de arte e história, que pode ser ainda mais interessante se a gente opta pela visita “teatralizada”, na qual monitores-atores nos guiam pelo prédio encarnando personagens.

bb (3)

bb (7) bb (12)

No dia da nossa visita tivemos a companhia do escritor Mário de Andrade e do arquiteto Hippolyto Pujol (responsável pelo projeto do edifício), mas nos contaram que a pintora Anita Malfatti é outra ilustre figurinha presente por lá. Fantásticos e muito animados, demonstraram um grande conhecimento não só da história do local, mas de história e arte em geral.

bb (17) bb (18) bb (19) bb (20) bb (21)

A programação é bem diversificada e está em constante atualização, de forma que é um local para se passear com frequência. As exposições e atividades do programa educativo (como palestras, contação de histórias, oficinas e vistas educativas) em geral são gratuitas e as artísticas (como teatro, dança, música e cinema) costumam ser pagas, mas a preços bem populares.

bb (22) bb (23) bb (24) bb (25) bb (26)

Algumas coisinhas legais para observar:

  • De cara a fachada. Linda de viver e de uma simetria espetacular!
  • Logo na entrada há um requintado hall circular que vale a atenção, com um belo relógio e uma ornamentação de forte simbologia histórica.

bb (4)

bb (5) bb (6)

  • O átrio central conserva o piso original feito em mosaico em técnica italiana. É de lá que se tem uma visão espetacular dos andares acima, a vista dos balcões protegidos pelos delicados gradis de ferro.

bb (9) bb (10)

  • Ainda no térreo, há um elevador pantográfico, que era usado para acessar o cofre no subsolo, que, aliás, é outro destaque. Pode (e deve) ser visitado.

bb (13)

  • Os balcões dos antigos caixas da agência ainda estão por lá e podem ser vistos na bilheteria e na cafeteria.

bb (14) bb (15) bb (16)

  • A insígnia “BB” pode ser vista nos gradis de ferro do mezanino e do primeiro andar.

bb (8)

  • Há um lindo vitral no terceiro andar. A curiosidade é que antes ele ficava no primeiro andar e separava as atividades bancárias das de outras salas que funcionavam nos andares acima.

bb (11)

CCBB – São Paulo

Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro

Como chegar: Fica perto das estações São Bento (linha 1-azul) e Sé (linhas 1-azul e 3-vermelha) do Metrô.

Horário: das 9h às 21h. (Fechado às terças).

Telefone: (11) 3113-3651/3652

Estacionamento: Os mais próximos ficam nas ruas Boa Vista, Senador Feijó e Libero Badaró. Há um conveniado (Estapar) na Rua da Consolação (número 228 – Edifício Zarvos) que faz transporte gratuito em van até as proximidades do CCBB. Mas é bom confirmar valores, dias e horários de funcionamento.

Serviços: Guarda-volumes, cafeteria e lojinha (no térreo) e um pequeno restaurante/lanchonete (terceiro andar).

Programa Educativo (Sujeito a alterações, confirme antes no site ou por telefone).

Contação de Histórias: Segunda e sexta – 14h, sábado e domingo – 10h e 14h

Visita Teatralizada: Segunda – 17h15, domingo – 13h15

Cortejo musical: Sexta – 13h

Atividade Prática: Sábado e domingo – 11h e 15h

Visitas Educativas: Diariamente das 9h às 20h

 

Acompanhe as nossas dicas, viagens e passeios também pelo:

FACEBOOK  |  INSTAGRAM  |  TWITTER  | GOOGLE +  |  YOU TUBE

 

25 Comentários

  1. Eu adoro seus posts de São Paulo! na verdade sempre descubro lugares para ir, e infelizmente sempre vou a SP correndo! O Centro Cultural banco do Brasil eu queria ter ido na minha última visita, mas acabei tendo que adiar, tenho certeza que irei na próxima vez!

    • Obrigada Paula. Espero que consiga vir com mais calma para Sampa… O CCBB vale muito a pena. Só o prédio já é um motivo para visitá-lo. E dá para casar com uma visitinha ao Caixa Cultural, Centro dos Correios e outros lá perto… Região muito rica!

  2. Eu ADORO o CCBB. É um dos meus lugares favoritos na cidade. Além da ótima programação, o prédio é lindo, e a região também é muito especial. Você pode sair andando pelas ruas de pedestre do centro antigo e babar com a beleza de São Paulo! <3!

  3. Assino embaixo… só o prédio já vale a visita! E a programação é tão diversificada que sempre vale a pena se atualizar pra ver se tem alguma exposição ou programação diferente! E eu gosto de ir porque fica no centro e eu já emendo pra comprar umas bugigangas na 25 e comer um pastel de bacalhau no mercadão 😀

    • Só curtindo as coisas boas de Sampa hein Camila? Realmente o CCBB é um lugar para frequentar… E COMERmorar o passeio lá no mercadão não é uma má ideia, hahaha. Aliás, o Centrão tá cheio de boas opções gastronômicas…

    • É um lugar incrível mesmo Mariana… E as exposições sempre interessantes. Essa do Mondrian eu perdi, acredita?
      O trabalho do pessoal do educativo é muito bom também. Só que parece que as visitas teatralizadas não estão acontecendo mais. Preciso checar se voltarão…

  4. Realmente, super charmoso, só a visita já vale a pena. Mas agora me pergunto, como que eu não conheço esse lugar!! Tenho vergonha de admitir que pouco conheço sobre a cidade de São Paulo e os pontos turísticos (isso porque moro pertinho, em torno de 1h da capital). Preciso tomar vergonha na cara e turistar na cidade da garoa.

    Abraços.

    • Não precisa se envergonhar Josiane… Os próprios paulistanos não conhecem a cidade. Uma pena, pois temos muita coisa boa e que vale a pena sim! Fico triste em ver que muita gente não valoriza Sampa. Mas que tal mudar isso e tirar um tempinho para aproveitar esses “achados”? Venha e não vai se arrepender!

    • Eu conheci o do CCBB do Rio (há séculos) e achei maravilhoso Nanda. Muita vontade de voltar. O de Sampa é bem parecido. Algumas exposições também são muito concorridas, do tipo Mondrian, Picasso, impressionistas… Mas trabalham com agendamento, o que torna menos caótico. Mesmo assim aconselho ir nos dias e horários mais tranquilos. É uma pena, pois muita gente vai por “modismo”… Mas as menos badaladas são tranquilas, felizmente!

  5. Ainda não conheço São Paulo, mas sem dúvida colocarei o CCBB na lista dos lugares a visitar. O edifício parece incrível e pelo vejo as exposições e atividades que organiza também valem muito a pena! Obrigada pela dica! 😉

    • Vergonha não Eloah… Muitos paulistanos não conhecem. Mas já tá na hora de mudar isso, não? Vá e não se arrependerá! E com certeza vai voltar mais vezes…

    • Pode incluir sim no roteiro Pedro, é um passeio muito legal. E lá perto há muitos outros atrativos no mesmo estilo. Você pode tranquilamente tirar um dia só para aquela região e não vai conseguir ver tudo!

Queremos saber o que você achou deste post! Deixe sua opinião, relato, dúvida ou bronca aqui!