Conheça Barranquilla: a Porta de Ouro da Colômbia

42
3851

A encantadora Barranquilla está localizada no lugar onde o rio Magdalena desemboca no Mar do Caribe. A cidade é marcada por uma rica cultura, ótima gastronomia e uma população festiva e acolhedora.

1_centrohistorico (3)

Fundada em 1629, Barranquilla é o principal porto marítimo e fluvial do país e seu centro histórico é monumento nacional. Os imigrantes que desembarcaram por ali chamavam a cidade de “Puerta de Oro”. A população local a apelidou de “La Arenosa”, pelas margens do rio cobertas de areia. As várias culturas responsáveis por sua formação enriqueceram suas tradições e outorgou à cidade um caráter cosmopolita e profundamente alegre.

Conheça os atrativos de Barranquilla

Centro histórico

O centro histórico de Barranquilla está na região em que se instalaram os primeiros grupos indígenas. Foi por lá que a cidade começou a ser povoada e concentrou as atividades políticas, comerciais e culturais. Atualmente é o centro econômico e comercial de Barranquilla.

No ano de 1999 o Ministério da Cultura declarou a região como Bem de Interesse Cultural Nacional pelo seu grande valor arquitetônico, com construções de estilos barroco espanhol, neocolonial, art déco e do movimento moderno.

1_centrohistorico (4) 1_centrohistorico (5)

Muitos atrativos estão próximos do Paseo de Bolívar, a avenida central. Um dos destaques é o antigo edifício da Aduana, restaurado em 1994 e que atualmente abriga a Biblioteca Piloto do Caribe, o Arquivo Histórico do Atlântico, o Museu de Arte Moderna, o Centro de Documentação Musical Hans Federico Neumann e escritórios de importantes entidades.

1_centrohistorico (1)

Outro ponto de interesse é a igreja de San Nicolás de Tolentino, patrono da cidade. Em estilo neogótico, também foi restaurada recentemente. Ainda nos arredores está a Catedral Metropolitana María Reina, igreja mais representativa de Barranquilla, uma gigante edificação de estilo modernista que levou 27 anos para ser construída.

1_centrohistorico (2)

Bairro do Prado

Primeiro bairro urbanizado da cidade, suas construções exibem uma variedade de arquiteturas, mas é o estilo mediterrâneo adaptado ao Caribe o predominante. Para conhecer a história da cidade e entender a complexidade de culturas que formam sua população, um passeio pelas suas ruas arborizadas é fundamental.Lá se encontra uma das principais igrejas da cidade, a da Imaculada Conceição de Maria.

2_prado (1) 2_prado (2)

Com arquitetura neoclássica, o Hotel El Prado é outro destaque no bairro. Inaugurado em 1932, é considerado patrimônio nacional colombiano e chama a atenção pelos amplos salões, terraços e jardins.

2_prado (7)2_prado (3) 2_prado (4) 2_prado (5)

A Escola de Belas Artes também fica por lá, em um prédio que originalmente seria um hospital, mas que nunca foi concluído.

2_prado (8)

O famoso pintor colombiano Alejandro Obregón morou no bairro em uma casa conhecida como La Perla, que hoje abriga a Universidade Simon Bolívar e um museu.

2_prado (9)

Museu Romântico

O museu foi fundado em 17 de dezembro de 1986 para preservar a história da cidade. Fica na antiga residência das irmãs Freund Strunz, que cederam o espaço para a sua criação. O acervo é de aproximadamente 12 mil itens, que estão distribuídos nos 26 espaços que ocupam os dois andares. São relíquias das mais variadas, como fantasias de Carnaval, objetos pessoais de artistas e personalidades locais, fotografias, jornais, revistas e discos.

3_museuromantico (1) 3_museuromantico (2) 3_museuromantico (3)

La Cueva

Fundado em 1954, o La Cueva é um bar que ficou famoso pelos intelectuais que o frequentavam, destacando-se os que formaram um movimento chamado “Grupo de Barranquilla”, que ganhou um status lendário não só por ser de vanguarda, mas também pelas noites boêmias que realizavam no local.

4_lacueva (1)

Nomes como o prêmio Nobel Gabriel García Márquez, os pintores Alejandro Obregón e Juan Antonio Roda e o fotógrafo Nereo López estão entre os seus membros regulares. As mulheres não frequentavam o bar. As únicas duas que tiveram a ousadia foram as artistas do grupo: Cecilia Porras y Feliza Bursztyn.

4_lacueva (2) 4_lacueva (3)

Só a decoração da casa já vale a visita. O espaço é bem charmoso e guarda relíquias deste momento histórico da cultura colombiana. Fotos e pinturas famosas dos artistas do grupo enfeitam as paredes, bem como um impressionante mural do primitivista Noé León. A biblioteca de José Félix e Alfonso Fuenmayor preserva a memória daqueles anos de glória. E há ainda diversas atrações com histórias bem particulares que só se entende conhecendo o lugar pessoalmente, como a Arca de Gelo e o vídeo “O afogado”.

4_lacueva (4) 4_lacueva (5) 4_lacueva (6) 4_lacueva (7) 4_lacueva (8) 4_lacueva (9) 4_lacueva (10) 4_lacueva (11) 4_lacueva (12) 4_lacueva (13) 4_lacueva (14)

O menu do restaurante que funciona lá hoje oferece alguns dos melhores pratos da região, que podem ser acompanhados por uma extensa lista de vinhos ou um refrescante chope Águila.

4_lacueva (16) 4_lacueva (17) 4_lacueva (18) 4_lacueva (19) 4_lacueva (20) 4_lacueva (21)

Desde o ano de 2002 o La Cueva é também uma fundação sem fins lucrativos, que promove a cultura local e os novos talentos da região do Caribe Colombiano. Desenvolve cinco projetos: o centro cultural e museu, um programa de visita estudantil, encontros de escritores e estudantes, um programa de rádio e o “Carnaval de las Artes” (evento internacional de quatro dias).

Museu do Caribe

É o primeiro museu regional da Colômbia, aberto em abril de 2009, cujo tema central é o Caribe Colombiano nos aspectos ambientais, sociais, históricos e culturais. Localizado no Parque Cultural do Caribe, é um moderno complexo de 22 mil metros quadrados em pleno centro histórico de Baranquilla.

5_museocaribe (1)

Mais do que uma coleção de objetos, é um museu de cultura viva, um espaço de reconstrução de histórias e memórias. O visitante desfruta de uma série de experiências baseadas em expressões da cultura, das artes e da paisagem. A exibição permanente abrange cinco andares do edifício central e está organizada em eixos temáticos.

Piso da Natureza: A paisagem, o clima e os relevos da região do Caribe, marcados pela beleza de suas riquezas naturais, são expostos por meio de recursos audiovisuais e atividades interativas. A singularidade da natureza da região, a diversidade de ecossistemas, a história da formação geológica, os fenômenos climáticos, a fauna e a flora.

5_museocaribe (3) 5_museocaribe (4) 5_museocaribe (5) 5_museocaribe (6)

Piso da Gente: Destaca a história do encontro de povos que deram origem à população atual, ressaltando sua diversidade cultural. Um olhar voltado aos processos de povoamento, mestiçagem e diálogo entre culturas, como os povos indígenas, os colonizadores europeus, os africanos, os imigrantes árabes e judeus, os nativos de San Andrés e Providência e os grupos populacionais que chegaram das diferentes regiões do país. Todos eles contribuíram com suas línguas, costumes e tradições para enriquecer culturalmente o Caribe Colombiano.

5_museocaribe (7) 5_museocaribe (8) 5_museocaribe (9) 5_museocaribe (10) 5_museocaribe (12) 5_museocaribe (13)

Piso da Palavra: Neste espaço estão a história da literatura caribenha e a importância da linguagem (oral e escrita) da população regional, que valoriza a comunicação, expressando-se pelas mãos, pelas feições e pela escrita.

5_museocaribe (14) 5_museocaribe (15) 5_museocaribe (16) 5_museocaribe (17)

Piso da Ação: Demonstra a forma pela qual o Caribe foi povoado, fazendo uma reflexão sobre o passado, o presente e o futuro da região. Narra a história social, política e econômica como resultado de processos coletivos e de ideais.

5_museocaribe (18) 5_museocaribe (19) 5_museocaribe (20) 5_museocaribe (21) 5_museocaribe (22) 5_museocaribe (23) 5_museocaribe (24)

Piso da Expressão: Apresenta como o caribenho mostra seu espírito festivo por meio das artes, como a música, a dança e outras manifestações culturais. Uma experiência sensorial que exibe a história dos gêneros musicais e seus maiores expoentes, bem como das danças e festas mais relevantes.

5_museocaribe (25) 5_museocaribe (26) 5_museocaribe (27) 5_museocaribe (28)

Há ainda a Sala Gabriel García Márquez, uma homenagem à forte conexão do escritor colombiano, ganhador do Nobel de Literatura no ano 1982, com a região caribenha. Nela o visitante passeia pelo realismo mágico, pela imaginação e pensamentos do artista, em um ambiente que recria o local no qual iniciou sua carreira como jornalista. As máquinas de escrever, o telégrafo, as fotografias, os objetos, os documentos, artigos e cartas parecem esperar a presença de seu ilustre usuário.

Por meio de projeções interativas na mesa de trabalho, nas paredes e nos objetos da sala aparecem os personagens de sua obra, dando vida ao imaginário do escritor e do Caribe que tanto marcou sua obra. O visitante literalmente entra na obra de Gabo.

5_museocaribe (29) 5_museocaribe (31) 5_museocaribe (33) 5_museocaribe (34) 5_museocaribe (35)

Castelo de Salgar

Barranquilla pode ser bem aproveitada ao ar livre e sua proximidade da costa oferece aos visitantes passeios com vistas maravilhosas do mar caribenho e praias para nadar e praticar o surf, a poucos minutos da cidade. O mirante do Castelo de Salgar (Fortaleza de Santa Bárbara) é uma destas opções. Ao lado está uma extensão do Hotel El Prado, uma espécie de clube de praia, que conta com bar e restaurante.

6_salgar (1) 6_salgar (3) 6_salgar (4) 6_salgar (5) 6_salgar (6) 6_salgar (7) 6_salgar (8) 6_salgar (9) 6_salgar (10) 6_salgar (11) 6_salgar (13) 6_salgar (14) 6_salgar (16)

Carnaval

O Carnaval de Barranquilla é um dos mais antigos da América Latina e considerado o segundo mais famoso do mundo.

C (7)

Mais que uma atração turística, a festa é um orgulho nacional, a pura expressão folclórica do país.

Leia mais: O carnaval em Barranquilla, na Colômbia

 

Veja todos os nossos posts sobre Barranquilla

 

 Acompanhe as nossas dicas, viagens e passeios também pelo:

FACEBOOK  |  INSTAGRAM  |  TWITTER  | GOOGLE +  |  YOU TUBE

42 Comentários

    • Lilian, só conheci a região de Barranquilla, que é no litoral. Então não sei dizer sobre o mal da altitude… Mas estou muito tentada em descobrir a Colômbia também… Dizem que há locais maravilhosos… Barranquilla foi realmente uma grata surpresa e uma aula de história, com muita arte e cultura!

    • Barranquilla foi uma agradável surpresa Cláudia! Fui a trabalho para cobrir o Carnaval, festa que confesso que não curto muito. E chegando lá descobri uma cidade encantadora e com uma cultura muito rica, povo encantador… E um Carnaval diferente de tudo o que tinha visto! E a comida… Hummm! Fiquei com vontade de conhecer os arredores também!

    • Pois é Liliane! Confesso que não tinha ideia que esta cidade existia… Imagine descobrir que foi o lar de grandes nomes da Colômbia, como o Gabo! E que tem um Carnaval tão rico… Um lugar com aquela atmosfera clássica, mas ao mesmo tempo com muita modernidade. Muita arte e cultura no ar… Amei!

    • Pode apostar que Barranquilla é mesmo rica culturalmente Nathalia… O legado dos intelectuais é marcante e eles sabem valorizar as raízes… O lance do Carnaval é lindo. Lá para ser rainha não basta beleza… Tem que saber dançar, cantar, ser culta e falar outros idiomas. Ela representa a cidade, vira a embaixadora. E o rei momo também tem esse papel… É sempre um cara muito influente na cultura local…

  1. Que delícia de viagem! Eu , ano passado cogitei uma viagem à Colombia, mas, confesso nunca ter ouvido falar dessa cidade. Agora, meu leque de possibilidades aumentou! Super completo seu guia. Vou guardar aqui, pro futuro…. 😉

    • Nem eu Julia… Recebi o convite para conhecer e só então fui pesquisar. Mas é um orgulho nacional! E merecido. Muita cultura, belas paisagens nos arredores e comida deliciosa. O povo bem gentil. E a visita ao castelo foi aquela “surpresinha”… Passamos um tarde maravilhosa lá! Há um restaurante onde costumam realizar eventos, como casamentos…

  2. É até engraçado Aline… Eu descobri lá que era a terra da Shakira e um “ninho” de “Miss Colômbia”… Mas o povo local nem fala muito disso. Lá o orgulho é mesmo pela cultura do Carnaval e pelos vários intelectuais do grupo do Gabriel Garcia Márquez…

    • A comida de Barranquilla é ótima e amei todos os restaurantes que conheci, alás foi uma falha não ter falado mais sobre isso no post. O La Cueva é uma perdição e vale só pelo lugar. Agradável, ótimo atendimento e ainda guarda aquela atmosfera tão “artística”. Dá para sentir a presença do Gabo e sua turma. Os museus são muito bons. Amei o do Caribe e o do Carnaval…

    • O Prado é lindo mesmo Giulia, queria ter me hospedado lá… E olha que fiquei em um dos hotéis considerados top da cidade, bem moderno e confortável, ótima localização. Mas sem aquele charme e história… Cidade encantadora!

  3. Tão bom rever a Colombia! Admito que só passámos por Barranquilla, não gostámos da vibe da cidade e pulamos pra fora hehe mas ficámos a saber que é a terra da Shakira uhuuhhh
    O roteiro que nos deste aqui parece bem interessante, afinal de contas há sempre coisas maravilhosas se fazer num sitio, mesmo que não se considere bonito 😛

    • Marta, confesso que não tinha expectativas sobre a cidade, mas me encantei! Povo lindo e encantador e uma gastronomia maravilhosa! E a cultura é muito rica, vai bem além de Shakira…. Grandes artistas e um folclore interessante…

    • Danielle, eu me encantei com Barranquilla. Muito diferente e com uma cultura riquíssima! Adorei a receptividade do povo. Não conheci Bogotá, mas fiquei com muita vontade, entrou para os planos. Vou dar uma olhadinha nas suas dicas para quando rolar minha viagem!

  4. Tivemos uma passagem muito rápida por Barranquilla, nem deu pra ver nada. Descemos no centro em um dia de domingo. Tudo estava fechado, com muitos moradores de rua, resolvemos partir pra Santa Marta, sem ao menos conhecer melhor a cidade. Vendo seu post bate aquele arrependimento de não ter ficado nela 🙁

    • Catarina, acho que a América do Sul realmente oferece lugares Incríveis para se explorar. Muita vontade de viajar mais por esses destinos. A Colômbia mesmo parece ter uma diversidade bem grande. Encantador esse pedaço caribenho que conheci!

  5. Morei na Colômbia e não fui conhecer Barranquilla porque nem imaginava que era tão interessante. Gostei de ver tantos atrativos. Quem sabe em uma próxima visita inclua essa outra maravilha colombiana em meu roteiro? Gostei das dicas. Bj, Tati

    • Então Tati, fui a trabalho e confesso que meio desanimada em sem expectativas. Surpresa total! Que cidade alto astral e povo simpático. E a cultura lá é tão marcante. Amei!

  6. Que cidade mais fofa e cheia de museus. Ainda não conheço nada na Colômbia, mas me interesso a cada dia. Gostei muito do post, super completo e cheio de dicas!

Queremos saber o que você achou deste post! Deixe sua opinião, relato, dúvida ou bronca aqui!